De cores e flores assim quero os dias...

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Natal feliz...Mas não Igual...

E passou o natal... Sorrisos de crianças, risadas de adultos, família reunida na maior alegria... Aqui dentro bate a alegria por ver que minha família é tudo, e a falta de outros natais, aqueles em que a mesa de fruta existia, as gargalhadas, a presença de uma parte do meu ser... O natal de hoje e os outros que virão, com certeza serão bons, família, filhos... Mas nunca serão os mesmos... SEM PALAVRAS PRA SAUDADE QUE ME ARREBATE A ALMA E O CORAÇÃO...

domingo, 21 de dezembro de 2008

Falta um...Estamos Metade...

Falta uma voz na casa, falta passos...Abraços...
Falta o chamego da casa...
A saudade já bate a porta...

sábado, 20 de dezembro de 2008

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Família...

... Vivo sempre rodeada da família por mas que eu queira estar um pouco sozinha, eles sempre estão ao meu lado... Ontem minha primeira parada depois do trabalho foi na casa ao lado... Minha avó materna... Que delicia sentar a mesa, tomar um café, com ela, meus tios, sobrinhos, filhos...Todos compartilhando da mesma conversa... Quando vi o tempo passou e já era hora mas que passada de ir pra casa... Um dia sem cuidar dos afazeres domésticos... Mas um dia de verdadeira satisfação... Sempre disse que nunca iria morar ali, família sempre perto, perda de privacidade... Mas hoje vejo que foi a melhor coisa que fiz na vida... E não vou sair dali pra morar em nenhum outro lugar... FAMÍLIA NADA MAS IMPORTANTE...

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Pra você viver mais...Vó

Faz um tempo eu quis fazer uma canção pra você viver mais... Queria poder te encontrar... O amor ainda esta aqui dentro de mim... Final de ano as coisas se acentuam, a saudade, as lembranças, a falta... Meus mundo não é mais completo... Preciso te buscar... Aonde?... Dentro de mim?... Medo de não te achar... Medo de entrar no sentimento que fujo a cada dia... A PERDA... Nunca pensei que isso ia acontecer... Na verdade pensei muitas vezes em como seria, e quando o pensamento vinha eu o espantava... E agora?... O pensamento é realidade... Me escondo em um sorriso, minha fuga é um sorriso, mas aqui dentro esta tudo despedaçado... Pato fú - Canção pra você viver mais

domingo, 14 de dezembro de 2008

Minha menina-moça...

...Minha menina - moça, nas doces descobertas de uma menina, saudades daquela pequenina que precisava de mim pra tudo, hoje passa o dia sem precisar tanto de mim, compartilhando conversas serias comigo... Minha eterna pequenina... Minha pra sempre companheira... A que me fez acordar pra vida, ao despertar me encantei com esses olhos de jabuticaba, com essas mãos quentinhas, com o abraço mas aconchegante, aquela que me da um colo sempre que for preciso, e um cafuné...

" E ela é o Meu Amor,

e eu sou Amor todinho dela,

A roseira já deu rosas,

E a rosa que eu ganhei foi ela,

Por ela eu ponho o meu coração,

Na frente da razão,

E vou dizer,

Pra todo mundo,

Como gosto dela,

Pois ela é minha menina..."

Os Mutantes - A Minha Menina

sábado, 13 de dezembro de 2008

Hoje foi o dia...

Dias de Paz
Dias a Mais
Dias que não deixaremos para trás...
Hoje foi o dia...dia de família, de praia,de coisas simples que nos satisfazem,
que nos enriquecem...

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Gritei...

...Sempre fui explosiva... Sempre gritei mais... Sempre cantei mais... Sempre busquei mais... Sempre falei mais (ou demais)... As coisa me sufocam, e eu preciso fazer tudo no exato momento em que sinto... Esperar pra falar?... Esperar pra fazer?... Esperar pra buscar, abraçar, beijar?... Não sabemos o dia de amanha... As coisas não podem me sufocar... Preciso gritarr... E hoje gritei o que estava me sufocando com palavras francas e diretas, na outra linha só ouvi a risada nervosa de quem não sabe o que dizer... Ai Pai... Dei mas uma chance a nós... Mas não foi dessa vez... Então Gritei e me senti aliviada pelo que eu precisava dizer... E disse!

Duvida...

Não sei se a vida me testa...
Ou se eu testo ela...

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Conquista...

Estamos sempre em busca de uma conquista, passamos meses nos dedicando aquilo e por fim algo foge de nossas mãos, não toma o rumo certo...Nosso esforço se vai pela correnteza...Mas a persistência tende a ser nossa aliada, e nos aconselha a começarmos tudo de novo até a correnteza se acalmar e as coisas fluírem normalmente...

Ler esse é meu Vicio...

Se me deixar passo o dia vidrada em um livro, viajo por tempo de guerra, por tempo de paz... por países, bairros, ruas... por datas esquecida no tempo, por datas atuais... por mães, filhos e netos... cada personagem como se eu conhece ao fundo... cada lugar como se já estivesse pisado por lá... estou sempre em um mundo diferente, conhecendo... buscando algo que não sei o que...mas sei que algo a mas sempre ficara dentro de mim... Um vicio...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Renovando...

E começamos a renovar na casa a espera do natal... Esse momento mágico, ver a felicidade das crianças ao montar a árvore de natal... Uma acreditando no papai-noel, o outro dizendo que não existe esse tal de papai-noel, mas sendo o primeiro a escrever a cartinha pro velhinho... Nos últimos anos não senti essa magia do natal, esse final de semana percebi que meus filhos estão renovando essa magia dentro de mim... Eles são meus anjos sem asas...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Outra metade...

...Começamos assim... Eu trouxe na bagagem, as roupas, escova de dentes e uma filha...Ele trouxe na sua bagagem, as roupas, escova de dente e um filho... Já nascemos assim família, quando nos demos conta não existiam duas escova de dentes , como em todo casal com 20 anos e sim quatro. E com certeza ai esta o nosso segredo, a nossa essência, estamos abertos a amar não somente um ao outro, mas sim um ao filho do outro...Foram muitas batalhas nesse tempo juntos, mas com amor e coragem fomos vencendo uma a uma, as finanças, o judiciário, perdemos pessoas mais que especiais, ganhamos outras, batalhamos por nosso lar, sempre de mãos dadas, sempre com a força de todos... Mas a força maior esta aqui, na nossa união, tudo aconteceu muito rápido, talvez muitos não acreditassem na nossa já nascida família, mas não somos dois e sim quatro e nunca nos veremos em menos e talvez até nem em mais quantidade, somos parte um do outro... Agora nos últimos meses sem grandes turbulações, aborrecimentos, com grandes conquistas, observo teu sono, e tenho certeza te quero sempre assim ao meu lado, estar daqui a alguns anos sentada ao teu lado numa cadeira de balanço (ainda terei uma) a observar o teu sono como estou fazendo agora e ter a certeza de que tudo valeu a pena, és a minha outra metade...

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Pequenino...

...Esse pequenino ai me ensinou que amor de mãe vai muito além da conta sanguínea,
...Que nos doar aos seres iluminados é o realizar de cada dia,
desentendimentos? temos sim...Acho que porque fazer dele a melhor pessoa do mundo é o que desejo, talvez até mas que a minha filha, porque ele eu ganhei da vida, de presente...
Deixo aqui registrado meu imenso amor por esse pequenino Gabriel,
logo ele estará lendo e verá aqui a importância enorme que ele tem na minha vida, na pessoa que sou hoje...E que aqui ele terá sempre um porto, um aconchego, um afago, e um puxão de orelha também...Te amo Gabi!

Espelho quebrado...Espelho mágico

É o espelho quebrado que dá sete anos de azar. É o espelho que leva Alice para um de seus mundos mágicos. È ao espelho que a madrasta má faz suas perguntas. Forte é sua presença, mais intensa ainda é sua simbologia.
Comecei meu dia hoje assim, com um espelho quebrado em mil pedacinhos, o belo espelho que minha avó me deu com tanto amor (sendo dela a anos), me bateu uma dor como se fosse uma parte de mim...Será que terei 7 anos de azar?...Não! vou escolher que ele me leve a um mundo mágico como vez com Alice... E por sete anos!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

2008/2009...

... 1º de Dezembro...Algo se transforma dentro da gente apartir dessa data, começamos a finalizar as realizações de 2008, e começamos a planejar 2009...Começa a nos rodar a alma todos os acontecimentos bons e ruins... Pra mim particularmente 2008, foi um ano de muitas conquistas e tranquilidade, e agradeço a todos familiares e amigos que contribuíram pra que tudo fosse desse modo, e o projeto é que 2009 seja igual ou melhor a esse que esta se fechando...

Ritmo da Chuva...

 Rodrigo Amarante e Fernanda Takai - O Ritimo da Chuva
VIVO COM MUSICA AOS OUVIDOS E AGORA QUE CONSEGUI POSTAR AQUI, VAMOS DIVIDIR ALGUMAS CANÇÕES...HEHEHE

domingo, 30 de novembro de 2008

Até o fim...

 Chico Buarque & Ney Matogrosso - Até o fim

Te olhar...

" Olhar preso no meu, perdidamente.
Não exijas mais nada.
Não desejo também mais nada, só te olhar,
enquanto a realidade é simples,
e isto apenas".

Domingo...

Final de semana com muita vida, muitas crianças ao nosso redor como sempre...Que nos esgotam, mas nos renovam também...Sábado das minhas meninas...E domingo de família, somos quatro, mas ultimamente somos cinco, seis...hehehe, almoço em casa maravilhoso, tarde de praia, brincadeiras, sorvete, brigas... Meu amor és o homem da minha vida...Meus filhos vocês são meus viver... Que a semana comece com essa alegria e intensidade desse dia de domingo...

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Um novo cantinho...

Novo cantinho da nossa casa...Nunca imaginei que ter a nossa própria casa fosse nos trazer tanta felicidade...somos sempre dois seres ( eu e o marido ), a criar, pintar, plantar, costurar, arrumar...um cantinho a mais nesse lar...Lar esse que já nasceu família... Ter as crias exigindo sempre um pouco mais de tempo, sempre um abraço, um beijo, a mais...Ter a correria do dia-a-dia com quem amamos...Agradeço a Deus todos os dias pela família que Deus reservou pra mim, talvez se fosse diferente do que somos não seriamos tão felizes, cada qual com o seu unindo a família a um todo, a um único núcleo de amor...

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

É preciso Paz pra poder Sorrir...

...Um pouco da voz de Bethânia pra acalmar a Alma e aquecer o Coração...

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Não acredito que estou calada...

... Me sensibilizei muito com a tragédias devido a chuva aqui em santa Catarina, ouvi noticias em rádios e TV's, me choquei, chorei... Ontem encontrei um grande amigo que me disse que mesmo trabalhando das 8 da manha as 23:30 da noite, foi ajudar as pessoas em outros municípios que estavam desabrigadas, ilhadas, a tirarem as poucas coisas que conseguiram salvar, e eu?, eu fiquei aqui de braços cruzados somente sentindo pena delas, e o que é isso? Nada diante do grande sofrimento dessas pessoas, crianças, idosos... Sempre achamos que temos pouco tempo para os outros, por causa do trabalho, casa, por nosso vida própria... Uma senhora passou na minha rua de carinho-de-mão arrecadando alimentos pra levar aos abrigos, ela com seus 60, 70 anos, e eu nos meus 23?... Não acredito que estou calada diante de tudo isso, de toda essa catástrofe!

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

O Pássaro Cativo....Liberdade...

Armas, num galho de árvore, o alçapão; E, em breve, uma avezinha descuidada, Batendo as asas cai na escravidão. Dás-lhe então, por esplêndida morada, A gaiola dourada; Dás-lhe alpiste, e água fresca, e ovos, e tudo: Porque é que, tendo tudo, há de ficar O passarinho mudo, Arrepiado e triste, sem cantar? É que, crença, os pássaros não falam. Só gorjeando a sua dor exalam, Sem que os homens os possam entender; Se os pássaros falassem, Talvez os teus ouvidos escutassem Este cativo pássaro dizer: “Não quero o teu alpiste! Gosto mais do alimento que procuro Na mata livre em que a voar me viste; Tenho água fresca num recanto escuro Da selva em que nasci; Da mata entre os verdores, Tenho frutos e flores, Sem precisar de ti! Não quero a tua esplêndida gaiola! Pois nenhuma riqueza me consola De haver perdido aquilo que perdi ... Prefiro o ninho humilde, construído De folhas secas, plácido, e escondido Entre os galhos das árvores amigas ... Solta-me ao vento e ao sol! Com que direito à escravidão me obrigas? Quero saudar as pompas do arrebol! Quero, ao cair da tarde, Entoar minhas tristíssimas cantigas! Por que me prendes? Solta-me covarde! Deus me deu por gaiola a imensidade: Não me roubes a minha liberdade ... Quero voar! voar! ... “ Estas cousas o pássaro diria, Se pudesse falar. E a tua alma, criança, tremeria, Vendo tanta aflição: E a tua mão tremendo, lhe abriria A porta da prisão... -Olavo Bilac

sábado, 22 de novembro de 2008

Viver mais...

Não preciso de bens materiais, quero viver, viver mais"

Socorroo...

Jorge Ben - Chove Chuva ...Sábado de chuva ou melhor de diluvio, só nos resta ir pra cozinha, já saiu peixe, bolo, pão-de-queijo, colchão na sala, aconchego e carinho, filhos correndo, jogos (que nem lembrava mas que existiam)para entreter eles, porque dia de chuva se faz tudo, viramos todos crianças...hehehe ...Mas a tristeza bate por crianças e familias que já se encontram desabrigados, e com a alma aflita... ...E Sem mais palavras sobre essa chuva... ...A bela Santa Catarina em estado de calamidade... Só a musica pra acalmar a alma...

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Vamos pedir piedade...

...Dormir ao som da chuva é muito bom, mas acordar com os raios de sol é melhor ainda, a previsão do tempo diz que haverá chuva a qualquer momento...hehehehe não para de chover nessa praia a diasss e diassss, cade o sol, o dia gostoso de verão, pegar as crianças na escola, tomar sorvete, caminhar na praia...Em pleno fim de novembro... como diria cazuza...Vamos pedis piedade, Senhor piedade.... PRECISAMOS DE SOLLL...

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

O Amor...

Você pode enxergar o copo metade cheio ou metade vazio,
depende de quem olha...
Muitas pessoas me odiaram durante anos por vários motivos.
Eu me perguntava:
o que eu faço com isso?
A resposta é o amor."
Yoko Ono

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Simples...

As vezes ouço passar o vento;
e só de ouvir o vento passar,
vale a pena ter nascido.
Fernando Pessoa

Palavras...Pra vida toda...

Hoje nas minhas visitas virtuais diárias... A sites, blogs, orkuts e por ai vai...encontrei uma historia que me vez pensar... Envolvendo as brincadeiras da vida, um ser humano perdeu o pai antes de nascer e alguns anos depois a mãe, essa que mantinha o hábito dos diários, depois de muitos anos a filha teve a coragem de ler os diários e conhecer assim as essências e o carater que não pode conhecer... Eu por milhões de vezes tentei escrever em diários, falar comigo mesma sobre meus dias, meus sentimentos, meu pensar... Mas algo sempre me fez parar no segundo, terceiro dia, no fundo sempre achei que fosse pela preguiça, mas pensando melhor, acho que tenho receio de me conhecer melhor, de tocar muitas vezes em feridas fechadas, em pensamentos esquecidos no tempo, que sempre vem a volta do lápis nos despertar... Mas hoje percebi que lá na frente, a muitos anos, meus filhos podem sentir falta dessas palavras escritas, de buscar algo a mais que um dia tomou meus pensamentos... Hoje começarei um diário novamente...hehhe Mas não com os acontecimentos do dia-a-dia, mas com algo a mais sobre mim, sobre como é nossa vida, nossa família... Com palavras que eternizem nossa essência, minha e do pai deles, pra que não seja jamais esquecida, e traga a eles algo a mais sobre o que somos hoje... Sobre a luta para te-los sempre bem ...UMA FAMÍLIA UNIDA, COM FORÇA PRA TUDO QUE HOUVER, PRA SER FELIZ... E SOMOS!

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Onde eu possa ficar do tamanho da Paz...

 Elis Regina - Eu quero uma casa no campo

Visita- Surpresa....

Ontem recebi uma visita surpresa.... Ai que felicidade receber alguém que a gente ama, e sem nem esperar, a euforia de falar tudo que vem acontecendo, a vontade de ouvir mais ainda dos teus dias, ver o brilho no olhar, o sorriso maravilhoso, relembrar momentos, que só voltam com a mesma intensidade quando lembrado com as pessoas vividas, sentir o sabor da nossa infância novamente, ai que felicidade senti... Sempre tive uma ligação muito especiais com meus primos, são pra mim como irmãos, são partes de mim, e se um dia tiver que os proteger, farei como se fossem meus filhos, ter vocês me faz tão bem... E me sentir amada e lembrada por vocês então... me deixa Maravilhada.... FICA AQUI A MINHA DECLARAÇÃO DE AMOR A VOCÊS MEUS PRIMOS-IRMÃOS...

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Filme Romance - To louca pra assistir...

As pessoas se casam por amor, depois se estapeiam por causa de uma infiltração na parede da cozinha" * Filme Romance com Wagner Moura e Letícia Sabatella

hehehehe....Boa frase...Me lembra os dias de chuva la em casa...hehe...um stress...Nem tudo é romance...hehehe

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Filhos...

Puro amores de minha alma
Estrelas lindas e brilhantes
De rostinhos fascinantes
Razões desse meu viver
Orgulho, carinho...bem querer. São toda a felicidade
Na minha vida meus filhos
Razão de todo amor
Iluminando meus dias
Dois anjos em forma de gente
Eu os amarei para sempre. Suave riso inocente
Infinita admiração....
Vocês são minha vida!

Amar me traz mais paz....

Aprendi a acalmar os tempos de desespero mantendo a paz dentro de mim...mesmo que a cabeça esteja explodindo de dor a alma esta leve e o coração cheio de amor... e esse amanhecer que me bate a porta mais um momento difícil, mantenho a paz sabendo que tudo se resolverá...isso tudo é tão pequeno ao imenso amor que sinto ao estar em casa, meus pequenos, meu marido, minha família ao redor a cada momento... essas pessoas me fazem ver a vida de outra forma, hoje que já perdi pessoas que eu julgava eternas, sei ver o quanto as pessoas ao meu redor são minhas, saber que elas me amam não é tudo, tudo é ama-las com toda a força do mundo, amar me traz mais paz...

E agora...

Tanto
JOSÉ
E agora, José?
A festa acabou,
a luz apagou,
o povo sumiu,
a noite esfriou,
e agora, José?
e agora, você?
você que é sem nome,
que zomba dos outros,
você que faz versos,
que ama, protesta?
e agora, José? Está sem mulher,
está sem discurso,
está sem carinho,
já não pode beber,
já não pode fumar,
cuspir já não pode,
a noite esfriou,
o dia não veio,
o bonde não veio,
o riso não veio
não veio a utopia
e tudo acabou
e tudo fugiu
e tudo mofou,
e agora, José? E agora, José?
Sua doce palavra,
seu instante de febre,
sua gula e jejum,
sua biblioteca,
sua lavra de ouro,
seu terno de vidro,
sua incoerência,
seu ódio - e agora?
Com a chave na mão
quer abrir a porta,
não existe porta;
quer morrer no mar,
mas o mar secou;
quer ir para Minas,
Minas não há mais.
José, e agora? Se você gritasse,
se você gemesse,
se você tocasse
a valsa vienense,
se você dormisse,
se você cansasse,
se você morresse...
Mas você não morre,
você é duro, José! Sozinho no escuro
qual bicho-do-mato,
sem teogonia,
sem parede nua
para se encostar,
sem cavalo preto
que fuja a galope,
você marcha, José!
José, para onde?
-Drummond

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Eu Rego o Seu jardim...Você já Vai Voltar...

Leoni / Hebert Viana - Canção pra quando você voltar Enquanto a noite passa por mim Eu rego o seu jardim, Você já vai voltar.
Chegando o dia de te levar Flores e Velas
As mais lindas e Vibrantes...
Sonho com a tua volta!

Momentos...

Adriana Calcanhoto - Oito anos Sentar no chão com os pequeninos, rodeada de lápis coloridos e desenhos, ver a alegria no sorriso deles, por cores dadas aos bonequinhos, por conversas sem sentido, depois deitar no meio deles e esperar o sono chegar, não existe coisa mais maravilhosa...

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Amor...

...Um novo dia começa, o céu chora (não para ultimamente), aquela preguiça bate no corpo, mas é somente quarta-feira e a semana não pode parar por aqui, os pequenos acordam, mais um dia de chuva mãe?...Vão tomar café, ver desenho e cuidar um do outro... E eu vou caminhando até o trabalho, louca pra voltar correndo e me aninhar com minhas crias no aconchego da minha casinha....

Chuva...

Mais um dia de chuva no paraíso tropical.... E cadê o verão...minha gente Fim de tarde com sol, passeio na praia, sorvete com as crianças, cerveja geladinha com o maridão, roupas no varal.... PRECISO DE SOLLLLL....

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Enlouquecida Alma...

... Preciso conversar contigo?... Essas são minhas palavras ao telefone...Agora passo os dias esperando que também tenhas coragem de ter essa conversa... Muitas já tive contigo pai, mas em todas eras meu espelho, nunca tive a coragem de conversar sobre nossos sentimentos, sobre o buraco entre nós... E ter que te pedir ajuda, meu orgulho está me enlouquecendo enquanto não chegas... Será que virás?... Será que me entenderas?... Será que vais me abraçar e chorar comigo... Vai ser uma conversa dolorosa pra nós dois, mas uma coisa vai levar a outra, e vamos ter que tocar nas feridas existentes em nossas almas... Eu te amo com Todo amor que houver nessa vida E algum remédio que me dê alegria...

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Fim do dia...

...Quando vai chegando o fim do dia
É fundamental fazer poesia
Vivo pra ver
O sol se dissolver no mar
Quero conversar baixinho
Isto é muito natural
Beber chope num barzinho
Ler o mundo no jornal
Ver as luzes da cidade
Ser a noite da cidade
Esperando um novo dia...
-Por-do-sol em Ipanema

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Pelos meus Olhos...

tentei ver o mundo pelos teus olhos
mas que tristes olhos são os teus
sem saber as respostas
e sem ver alguma alegria
voltei a ver com os meus olhos
não são tão melhores que os teus
mas tenho a vontade de buscar
a alegria e o brilho das coisas
pra admirar....

Meus Corações...

Nas mãos de vocês sempre estará meu coração...

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Os sinos...

Os sinos tocaram no meio da noite eram as lembranças do dia da despedida, na verdade as poucas lembranças, porque só tenho fleches desse dia o que mais me acompanha foi o olhar da minha sogra quando passamos na casa dela, entre o meu olhar de desespero, pedindo pra que ela me tirasse daquele carro e me dissesse que era mentira...Mas ela não tinha o que fazer, mas achei no olhar dela naquele momento o aconchego... E o abraço apertado do meu primo que foi correndo a minha casa no exato momento, o companheirismo do meu marido ao meu lado sempre, essas são poucas imagens que tenho daquele momento frio... E nessa madrugada os fantasmas me acordam e sinto o mesmo frio, mas sem nenhum olhar e nenhum abraço, abro a janela sinto a brisa fresca e me obrigo a voltar ao sono, ao inconsciente...

Felicidade...

A felicidade é uma coisa boa
E tão delicada também
Tem flores e amores
De todas as cores
Tem ninhos de passarinhos
Tudo de bom ela tem
E é por ela ser assim tão delicada
Que eu trato dela sempre muito bem
- Vinicius de Moraes

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Parabéns meu PORTO BELO...

Ontem foi aniversário dessa minha terra linda, muitos já me disseram pra sair dessa cidade sem futuro, voar no mundo em busca de oportunidades novas, hoje ninguém mais me diz isso por já saberem que aqui é o meu lugar, aqui é meu ar, mesmo que a vida aqui pareça minúscula por ser um lugarzinho num ponto do mundo, mas eu sei que AQUI É O MEU LUGAR, MEU ORGULHO... E direi aos meus filhos para tomar esses vôos em busca de oportunidades...
Hoje Dia depois do Feriado
na espera do Sábado

12 de Outubro...

Dia das Crianças... muitas pessoas não gostam desse dia eu particularmente gosto muito, quando criança um dia muito esperado, e hoje com filhos ver o sorriso no rosto deles...é maravilhoso... herdei da minha família a forma de declarar amor e carinho por presentes, não que eu me importe em ganhar...gosto claro... mas dar algo que faça uma pessoa feliz me da muito mais prazer e quando esse alguém são meus pequeninos então... EU AMOOOO!

Ostra Feliz não faz Pérolas...

"Ostras são moluscos, animais sem esqueletos, macias, que são as delícias dos gastrônomos. Podem ser comidas cruas, de pingos de limão, com arroz, paellas, sopas. Sem defesas - são animais mansos - seriam uma presa fácil dos predadores. Para que isso não acontecesse a sua sabedoria as ensinou a fazer casas, conchas duras, dentro das quais vivem. Pois havia num fundo de mar uma colônia de ostras, muitas ostras. Eram ostras felizes. Sabia-se que eram ostras felizes porque de dentro de suas conchas, saía uma delicada melodia, música aquática, como se fosse um canto gregoriano, todas cantando a mesma música. Com uma exceção: de uma ostra solitária que fazia um solo solitário... Diferente da alegre música aquática, ela cantava um canto muito triste... As ostras felizes riam dela e diziam: "Ela não sai da sua depressão..." Não era depressão. Era dor. Pois um grão de areia havia entrado dentro da sua carne e doía, doía, doía. E ela não tinha jeito de se livrar dele, do grão de areia. Mas era possível livrar-se da dor. O seu corpo sabia que, para se livrar da dor que o grão de areia lhe provocava, em virtude de sua aspereza, arestas e pontas, bastava envolvê-lo com uma substância lisa, brilhante e redonda. Assim, enquanto cantava o seu canto triste, o seu corpo fazia o seu trabalho - por causa da dor que o grão de areia lhe causava. Um dia passou por ali um pescador com seu barco. Lançou a sua rede e toda a colônia de ostras, inclusive a sofredora, foi pescada. O pescador se alegrou, levou-a para sua casa e sua mulher fez uma deliciosa sopa de ostras. Deliciando-se com as ostras, de repente seus dentes bateram num objeto duro que estava dentro da ostra. Ele tomou-a em suas mãos e deu uma gargalhada de felicidade; era uma pérola, uma linda pérola. Apensa a ostra sofredora fizera uma pérola. Ele tomou a pérola e deu-a de presente para a sua esposa. Ela ficou muito feliz..." Ostra feliz não faz pérolas. Isso vale para as ostras,e vale para nós, seres humanos. As pessoas que se imaginam felizes simplesmente se dedicam a gozar a vida. E fazem bem. Mas as pessoas que sofrem, elas têm de produzir pérolas para poder viver. Assim é a vida dos artistas, dos educadores, dos profetas. Sofrimento que faz pérola não precisa ser sofrimento físico. Raramente é sofrimento físico. Na maioria das vezes são dores da alma. Rubem Alves

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Aaaiiiiiii.....

....SOCORROOOOO....
Quero a minha casa, uma macarronada e uma taça de vinhoooo....

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Janelas...

A ESPERANÇA E OS RAIOS DE SOL ENTRAM POR ELAS...
Que lindo o amanhacer de sol pela minha... Uma hora ainda post fotos...

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Eleições e Família...

E Hoje a cidade amanhece com um grupo em cada esquina,
todos comentando o fim da Eleição Municipal,
A novas Geração se destacando na Câmara de Vereadores e eu na torcida pra que seja um grande mandato de todos...
Mas com certeza o que mais me deixou feliz mesmo foi ver o modo como a Matriarca da minha grande família maneja a todos nesse momento, todos pela mesmo torcida pelo Que continuará guiando esse belo paraíso perdido no mapa, ver a comemoração de todos juntos e ter a certeza que isso sim é uma família...

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Se amadurecendo...

Tita, tambem sinto saudades suas, penso muito em vocês, é que, os dias passam tão rapido. Te amooo muitoooo Mil beijos a todos.
Você é um pé de planta
Que só dá no interior
No interior da mata
Coração do meu amor
Você é roubar manga
Com os moleques no quintal
É manga rosa, espada
Guardiã no matagal
Qual flor de uma estaçãoBotão fechado eu sou
Se amadurecendo
Pra se abrir pro meu amor
Qual flor de uma estaçãoBotão fechado eu sou
Se amadurecendo
Pra se abrir pro meu amor
Úmida de orvalho
Que o sol não enxugou
Você é mata virgem
Pela qual ninguém passou
É capinzal noturno
Escuro e denso protetor
De um lago leve e morno
Teu oásis seu amor
Qual flor de uma estação
Botão fechado eu sou
Se amadurecendo
Pra se abrir pro meu amor
qual flor de uma estação
Botão fechado eu sou
Se amadurecendo
Pra se abrir pro meu amor
Úmida de orvalho
Que o sol não enxugou
Você é mata virgem
Pela qual ninguém passou
É capinzal noturno
Escuro e denso protetor
De um lago leve e morno
Teu oásis seu amor.
*A Maça - Raul Seixas.
Hoje excluindo aqueles e-mail que só enchem a nossa caixa de entrada, me deparei com esse, que foi a maior demonstração de Amor que meu PAI me deu até hoje, com certeza essa nunca sairá da minha caixa de entrada, e com ele veio uma saudade... saudades de dias não vividos e de dias já esquecidos, por um sentimento encolhido pelo tempo e pela distancia, uma distancia sem explicação, porque ela não é de espaço nem de falta de Amor, um sentimento de Amor imenso de filha e pai, guardado pra ser despertado por nós dois...E Um dia será...
...Qual flor de uma estação
Botão fechado eu sou
Se amadurecendo
Pra se abrir pro meu amor...
TE AMO PAI!

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Fim...

E a chuva faz o fim de Setembro... E o que nos vem em Outubro??? Quero ver o sol bater na varanda da minha casa... Ver o dia brilhar por si próprio, Num fim de tarde de mar....

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Sonho de Vó...

Se é possivel caminhar até ti em sonhos não sei, mas que chego perto sei sim, teu cheiro, tua mão, teu olhar... tudo é tão perto, tão vivo... a saudade bate a porta cada dia mais... como se o mais fosse possivel...

Agradecimento...

Hoje vejo que não existe coisa mais maravilhosa que a Maternidade, Hoje vendo eles tendo suas próprias ideias e defendendo as mesmas, com segurança... Só não consigo saber o que me deixa mais feliz, Ser mãe de sangue ou mãe escolhida... Sentir o carinho daquela que é minha É MARAVILHOSO mas sentir o Amor daquele que escolhi e por quem fui escolhida é mais que MARAVILHOSO, É GRATIFICANTE A CADA DIA... ANJOS DA MINHA ALMA... e Querer mais do que isso? Jamais meu Deus OBRIGADA pelo momento de águas cristalinas...

Final de Semana...

Não sei o que da mais prazer na minha família, porque hoje posso dizer que tenho a minha família... Ver meus filhos passando o final de semana inteirinho comigo, não que não queira dividi-los mas te-los comigo é tudo de mais maravilhoso, passar um domingo como esse, casa cheia de crianças mas saber que eles estão ali e felizes, correr todos para a cozinha fazer bolinhos com recheio de brigadeiro maravilhosos... As oito da noite mandar casa um pra sua casa..hehehe... e ficar só com os meus... Uma boa jantinha, com o meu Amor do nosso lado no domingo como ah tempos não tinhamos... Podemos gritar aos quatro cantos que estamos no momento de maior felicidade em nossa vida, em NOSSA FAMILIA...

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

É pra você meu bem...

E bate a porta mais um final de semana, e com ele o aconchego do lar, o sorriso das crianças, e o mais importante o carinho do MARIDÃO pra recarregar as baterias, meu companheiro amado, com quem caminho de mãos dadas...Agradeço sempre pelo bem que tenho ao meu lado, pela força que temos juntos... E por todos os sonhos conquistados até aqui...TE AMO DEMAIS MEU AMOR!!!

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Tempo...

24 horas??...Acho que se o dia tivesse 72 horas, mesmo assim não me bastaria...Quero fazer mil coisas ao mesmo tempo...Pintar, costurar, ouvir musica, ler, escrever, cozinhar, curtir meus filhos, meu marido, ir na casa da avó, ficar em silencio... Quero consumir todos os segundos da minha vida com a alegria e o prazer... Quando perdi a pessoa que mais amava adquiri essa necessidade de viver sempre mais do que posso viver, fazer muito mais do que a vida me permite... E sempre com a vontade do MAIS... Tempo, Tempo, Tempo...

Palavras...

Tropecei no alfabeto logo ao nascer, caí no verbo Invejei poetas, dizeres ímpares Palavras seculares, versos românticos Invoquei-os Não ouvi respostas Apenas o eco do silêncio Percebi então que faço melhor do que eles Aprendi a florir flores A salgar o sal e a adoçar o doce com a entrega de palavras Que ainda não nasceram As mesmas que me habitam a alma Aplaudi-me Percebi que melhor que ser poeta, É ser palavra

Mia Couto

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Lindosss...

GRAÇAS DA MINHA VIDA!

Tarde de domingo...

naquele lugar perdido,
tão puro,
fomos parar na tarde de domingo,
passeio sem destino e sem hora marcada...

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

E acabou a semana...

Toda sexta-feira todo canto é santo
E toda conta
Toda gota
Toda onda
Toda moça
Toda renda
Toda sexta-feira...

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

... Isso me lembra alguma coisa...
Será meus FILHOS....hehehe

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Sol...

...ME AQUEÇA NESSE INVERNO E
QUE TUDO MAIS VÁ PRO...
E vem o sol e com ele os sorrisos no rosto das pessoas.... E brilha Solll...

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Mãe de todos nós...PARABÉNS...

... Passei o dia pensando o que escrever para desejar os PARABÉNS para a minha sogra...

uma pessoa tão especial, inteligente, que recebeu eu e minha filha na família com tanto carinho,

um ser admirável que eu me identifico muito, me espelho nela para o meu futuro...

Patrícia te desejo tudo de melhor na vida... Como te disse, te desejo o que desejo a minha própria mãe... Uma felicidade plena a cada dia...

te amamos muito...

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Meu Olhar...

Como eu não sei rezar
Só queria mostrar
Meu olhar, meu olhar
Meu olhar...

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Uma grande Descoberta...

Estou descobrindo um lugar de um aconchego inigualável, um lugar chamado por todos de "A CASA", um cantinho no mundo com muitas cores, muitos penduricalhos, muita musica e incensos... Um lugar com brigas mas com muito mais Alegria...

Habitada por uma família dos tempos modernos, cada um chegou com uma parte, juntando feminina com a masculina, cada um completando o que faltava no próximo, cada um dando sua parcela de força para lutarmos pelo mais importante O AMOR que nos une... Assim nos completamos 4 seres ligados não pelo sangue mas pelo AMOR DE FAMÍLIA e pelo SONHO DE DIAS LEVES...

Na casa temos também minhas cadelinhas meninas - velhinhas que me transportam para mais perto de um ser distante fisicamente...

Temos plantas alegrando a alma, temos madeiras, papeis, cola, linhas, tecidos e tintas por todo lado formando a energia... Uma vozinha que nos leva feijão cozido no forno á lenha todos os dias...

Visitas de mais Avós e Pais fundamentais pra energia da Casa...

E assim estamos descobrindo uma felicidade sem limite...

Se é responsabilidade da "CASA" não sei, mas que foi descoberta dentro dela isso com certeza...

Em nossas mãos

VOCÊ TEM SEU PINCEL,
E SUAS TINTAS,
PINTE O PARAÍSO E ENTRE